Serviço Educativo promove visitas guiadas e workshops

Um território adquire sempre o caráter de quem o ocupa e vive. A capacidade que um Centro Histórico tem de permanecer ao longo do tempo não é incompatível com a sua afirmação, presente e futura, enquanto espaço de acolhimento universal, onde cabem todos e onde cada um pode e deve criar sua própria experiência, acrescentando história e histórias a um centro que não só fez, como quer continuar a fazer História.

Este será o pressuposto que norteará as atividades a desenvolver no âmbito do Serviço Educativo do projeto ALUMIA, e com as quais se pretende provocar novos olhares e novas reflexões sobre o território classificado.

Nesse sentido, as propostas serão dirigidas a todos os públicos e aptas a lançar vários desafios, para saber mais (CONHECER), explorar (DESCOBRIR) e produzir novos registos e novas reflexões (FAZER) sobre o Centro Histórico do Porto. Estas partirão sempre dos conteúdos programáticos desenvolvidos para cada um dos três momentos previstos: dezembro de 2016; março de 2017; e junho de 2017.

O ponto de partida será necessariamente o património histórico, arquitetónico, natural e social do Centro Histórico, mas também a contaminação decorrente da presença dos conteúdos artísticos integrados na programação do ALUMIA.

O principal objetivo será a criação de relações de proximidade e cumplicidade com os diversos públicos e contextos, que com ele se cruzam diariamente, ou porque nele vivem e/ou trabalham, ou porque o visitam pontual ou frequentemente.

Os processos de trabalho serão abertos e flexíveis, visando estimular o pensamento e a criatividade, e valorizando uma aprendizagem reflexiva, dialógica e potencialmente transformadora da atual forma de ver e viver este território da cidade.

Os conteúdos a desenvolver serão propostos numa perspetiva de partilha de curiosidades e de conhecimentos, com abordagens transversais à temática da luz, dentro de todo o seu espectro, e na sua relação com os referidos aspetos artísticos, arquiteturais, históricos e de cidadania ocorrentes no Centro Histórico.

 

VISITAS GUIADAS E WORKSHOPS COMO EIXOS PRINCIPAIS
É neste contexto que serão dinamizadas as diversas ações no âmbito do Serviço Educativo, que assentarão em dois eixos principais: a realização de visitas guiadas e de visitas com workshops, abertas ao público.

Esta oferta visa adequar, organizar e fomentar uma ampla e efetiva participação, numa relação que procura reconhecer e valorizar o património histórico-cultural do Centro Histórico do Porto, agregando os seus atores, quer sejam habitantes ou turistas.

Pretende-se estabelecer uma relação do público participante com um conjunto de intervenções artísticas, que têm em comum a cidade como palco vivo e a luz como elemento de conceptualização, exploração simbólica e plástica. Deste modo, tanto as visitas guiadas como os workshops organizam circunstâncias para a interação e mediação com as obras e o seu contexto, oferecendo um enquadramento conceptual e material, assim como a orientação para uma ação sustentada dos participantes, que dê forma às suas ideias.

Serão disponibilizados os meios materiais e técnicos de orientação e apoio.

As visitas são gratuitas e abertas ao público em geral, mediante inscrição prévia, até um limite de 30 participantes. Os workshops têm como limite 20 participantes.

WORKSHOPS: Os workshops serão realizados a partir de percursos definidos por marcos patrimoniais da cidade e pelas intervenções artísticas no espaço público do Centro Histórico da cidade que venham a ser integradas na programação a desenvolver.
Pretende-se fazer o (re)conhecimento quer das obras, quer do envolvimento da cidade, criando momentos de diálogo e de experimentação, na procura de novas leituras e perspetivas.

VISITAS GUIADAS: As Visitas Guiadas previstas para este primeiro momento de programação seguirão um percurso mapeado pelas intervenções artísticas no espaço público do centro histórico da cidade.

O passeio pelo Centro Histórico é um convite à conversa, onde se procuram sentidos, direções e relações entre os participantes, a cidade e as obras expostas. Pretende-se suscitar novos e renovados olhares sobre a cidade e o seu património à luz da experiência vivida.

 

DATAS E HORÁRIOS

Visitas Guiadas: 5 dezembro de 2016 a 8 janeiro de 2017
Duração (aprox.): 60m
Percurso: Jardim da Cordoaria, Miradouro da Vitória, Largo do Amor de Perdição, Rua das Carmelitas, Largo dos Lóios, Praça Almeida Garrett, Sé

Horários:
5 dez 2016
17:20-18:30; 18:30-19:30; 19:30-20:30; 20:30-21:30; 21:30-22:30; 22:30-23:30

6 dez. 2017 a 8 jan 2017 (exceto 24, 25, 31 dez e 1 jan)
Sextas, sábados e vésperas de feriado – 17:20-18:30; 19:00-20:00; 21:00-22:00; 22:30-23:30
Quartas, quintas e domingos – 17:20-18:30; 19:00-20:00

.

Inscrição obrigatória a partir de dia 6: alumiaservicoeducativo@gmail.com

 

2-noticia2

3-noticia2